Paginas

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Quanto mais corrupto, melhor

Família Calheiros enriquece cada vez mais com a ajuda do governo em seu reduto
A família de Renan Calheiros, que tem seu reduto em Alagoas, no município de Murici, recebe em verbas do governo Federal um valor quase dez vezes maior que municípios no estado com a mesma população.

novembro de 2007
As verbas somente para licitações com o governo federal na cidade que agora está sob o comando de Renan Calheiros Filho (PMDB), o município de Murici, no estado de Alagoas, chegaram em 2006 a R$ 5,8 milhões, R$ 4 milhões a mais que em 2004, quando outro parente de Calheiros, Remi Calheiros (PMDB), era prefeito da cidade.
Além de ter triplicado a verba para o município no ano em que Renan Calheiros assumiu o Senado e que seu filho assumiu a cidade, o número de convênios foi de 16 contra 6, ou seja, também quase triplicaram, segundo os dados publicados no Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal), disponíveis no site da CGU (Controladoria Geral da União).
As verbas recebidas pelo município também são quase dez vezes maior que um município equivalente no mesmo estado.
Murici possui 25.968 habitantes, segundo o IBGE. Como base de comparação, Boca da Mata, município alagoano com quase o mesmo número de habitantes (25.145), assinou oito convênios com o governo federal e os acordos somaram R$ 639 mil.
O município de Murici é um dos 12 a serem investigados em uma operação da Polícia Federal no reduto dos Calheiros, que é Alagoas, na chamada Operação Carranca. A máfia envolveria pelo menos 21 pessoas, entre donos de empreiteiras e políticos locais.
Segundo a própria Polícia Federal as obras em uma grande maioria eram realizadas pela Lacerda Engenharia Ltda, empreiteira cujo dono, Ronaldo Lacerda, foi preso pela polícia por esquemas corruptos em licitações, como superfaturamento. 
Mais este caso envolvendo o presidente do Senado mostra que o critério no Congresso Nacional é que quanto mais corrupto e acobertado por esquemas mafiosos contra o povo, mais alta é a escalada em direção aos altos cargos no Senado e na Câmara e maior será o apoio dado pelo governo Lula para manter sua base aliada formada de corruptos iguais aos da oposição, dos velhos coronéis do PFL e do PSDB.


Fonte: PCO

Nenhum comentário:

Postar um comentário