Paginas

quinta-feira, 22 de março de 2012

Família Calheiros atolada em crimes ambientais

Olavo Calheiros( Crimes contra a mata atlântica de Murici-Al) 

O deputado Olavo Calheiros Filho (PMDB-AL), é investigado por crime ambiental no inquérito 2426, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

O caso foi denunciado ao Ministério Público por Dimário Cavalcante Calheiros, primo do deputado. Olavo Calheiros teria desmatado cerca de 2.000 alqueires remanescentes de mata atlântica na Estação Ecológica de Murici, em Alagoas.

O fazendeiro Antônio Gomes de Vasconcelos, também primo do deputado, chegou a enviar ofício ao Ministério do Meio Ambiente relatando os crimes ambientais atribuídos a Olavo Calheiros.

SOBRE A MATA ATLÂNTICA DE MURICI

Os ambientalistas acompanham com preocupação o destino desta floresta. “Murici é conhecida internacionalmente pela riqueza da diversidade, pela grande quantidade de espécies endêmicas ameaçadas, principalmente da fauna, que acontecem na região de Murici. Murici era considerada a maior reserva de Mata Atlântica ao norte do São Francisco e hoje a estação ecológica tem 6 mil hectares e não são matas contínuas, não são 6 mil hectares de mata”, explica Dora Melo, da Associação de Proteção da Mata Atlântica no Nordeste (Amane).

Nenhum comentário:

Postar um comentário