Paginas

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Renan Calheiros e Romero Jucá comemoram a queda do corrupto Demóstenes em jantar regado a vinho




Regada a vinho a comemoração pela queda de um corrupto provocou êxtase em outros corruptos. Enquanto os brasileiros estão preocupados com as filas nos hospitais públicos e a violência nas cidades, os políticos, uns mais corruptos que outros, vibram quando um corrupto que não é da sua laia, é cassado. Mas não estamos falando de qualquer político, mas políticos que tiveram processos arquivados (pizza) por improbidade administrativa. Políticos que costumam se juntar para defenderem interesses de corruptos da base governista ou mesmo do Governo. Se dependermos do PMDB e PT para fazer alguma coisa contra a corrupção, teremos que esperar sentados fora dos restaurantes pois, dentro dos mesmos, os lugares estarão reservados para que eles se deliciem com a queda de corruptos, principalmente se forem opositores. 

 Quando Renan Calheiros (PMDB - AL) esteve para ser cassado um dos que mais o atacou com discursos contundentes foi o agora ex-senador Demóstenes Torres. O que se comenta nos corredores do Congresso é que os argumentos de Demóstenes poderiam ter sido levados em consideração por muitos colegas e ter escapado da degola. O principal entrave foi o desejo de vingança de Renan Calheiros e sua turma. Por isso comemoraram a cassação. 

Fonte:
http://blogdoparrini.blogspot.com.br
http://www.blogdogarotinho.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário